Qual a diferença entre Conservadora e Administradora?

Existem algumas diferenças entre conservadora e administradora, tanto a administradora, quanto a conservadora possuem papeis cruciais para o funcionamento correto de um condomínio. É bastante corriqueiro, que esses serviços sejam confundidos, uma vez que eles podem ser prestados pela mesma empresa terceirizada.

Resumindo, a Administradora faz, junto com o síndico, toda a gestão administrativa do condomínio. Já a Conservadora cuida da limpeza. Recomendamos que uma empresa forneça os dois serviços, como faz a Pillar.

É muito importante compreender as diferenças entre a atuação da conservadora e da administradora para que a contratação da empresa seja feita corretamente, de acordo com as necessidades do condomínio.

Para que as dúvidas sejam respondidas, elaboramos este artigo explicando as diferenças entre conservadora e administradora, as características de cada um desses serviços, entre outras informações. Continue lendo até o final e saiba tudo sobre o assunto!

 

O que é uma conservadora?

A função de uma empresa conservadora é justamente fazer a conservação do condomínio. Ela não se responsabiliza por documentos, aspectos jurídicos ou contábeis, mas tem o importante papel de manter principalmente a estrutura física do edifício.

Toda a limpeza e higienização do prédio são de responsabilidade da empresa conservadora. Vale lembrar, no entanto, que esse trabalho é diferente do trabalho do de uma equipe de faxina, pois a empresa realiza toda a análise da necessidade do condomínio para implementar as melhores técnicas a fim de atender às demandas do condomíno.

 

O que é uma administradora?

O condomínio precisa de uma boa administração para manter a gestão contábil e financeira, as documentações, os pagamentos, as compras, entre outros aspectos, em dia. Por isso, é essencial contar com os serviços de uma boa administradora.

A função dessa empresa é justamente fazer a administração dos condomínios e oferecer suporte para o síndico nesse sentido. Basicamente, é o trabalho realizado pelo setor administrativo de qualquer empresa, mas, nesse caso, com foco em manter a organização de dados, informações e obrigações do condomínio.

 

Administração Condominial

É a prestação de serviços focada na gestão contábil, financeira e administrativa do condomínio. A Administradora do condomínio deve cuidar do balancete, emissão de boletos e de todo o acompanhamento contábil, além de, orientação jurídica e negociação de inadimplência.

A administradora também orienta o condomínio na elaboração de previsão orçamentária, compras e contratações, realiza todos os pagamentos, emite circulares e comunicados e registra documentação em cartório. Ela realiza, também, orçamentos e orienta o condomínio sobre demandas obrigatórias como Seguro Predial e Recarga de Extintores.

Conservação e Limpeza de Condomínios

O serviço de Conservação é focado na limpeza do condomínio, e em alguns casos, zeladoria e portaria social.

A mão de obra terceirizada nada mais é do que delegar responsabilidades de uma determinada empresa a terceiros, ou seja, é quando uma organização contrata os serviços de outras companhias para realizar alguma atividade sem que ela tenha nenhuma relação ou vínculo.

Confira algumas dicas importantes para ter uma terceirização eficaz e assertiva:

  • Avalie bem referências e trabalhos já realizados antes de contratar uma empresa terceirizada;
  • Identifique de maneira precisa quais atividades ou setores que realmente necessitam ser passados a terceiros;
  • Alinhe bem seus objetivos e necessidades com a empresa contratante, para que não haja falha na comunicação;
  • Acompanhe e avalie a performance da equipe terceirizada continuamente, seja responsável pela aprovação, mudanças, aplicação etc;
  • Mensure os resultados da empresa terceirizada e avalie se os serviços realmente valerão a pena;
  • Mantenha um bom relacionamento com seus parceiros, isso evita problemas futuros e possíveis erros.

Importante

O síndico é o representante legal, responde civil e penalmente pelo condomínio. Por isso, contar com uma prestadora de serviço séria é fundamental, pois o condomínio é co-responsável por questões administrativas e trabalhistas, conceito também conhecido como responsabilidade solidária.

Ao contratar um serviço terceirizado, ele deve fiscalizar se os funcionários estão recebendo conforme a legislação vigente, pois, caso o contrário, o condomínio, que nesse contexto é a empresa tomadora, será responsável pelos pagamentos. Um exemplo prático é quando a empresa fornecedora da mão de obra terceirizada não paga FGTS e encerra as atividades.

Perante a justiça, o co-responsável deve assumir a responsabilidade, por isso, é fundamental que a administradora e a conservadora de um condomínio sejam idôneas e transparentes no cumprimento de responsabilidades fiscais e trabalhistas e que o síndico fiscalize as atividades de todos os fornecedores.

Quais são as diferenças entre administradora e conservadora?

Como mencionamos, existe uma grande diferença entre administradora e conservadora. No primeiro caso, estamos falando de trabalhos que acontecem no escritório, digamos assim. Essa é a equipe que vai prestar assistência para o síndico em questões financeiras, contábeis, jurídicas, entre outras.

A administradora é a empresa que fica responsável por:

  • elaborar previsões orçamentárias;
  • fazer a emissão de boletos e o pagamento de contas;
  • acompanhar a contabilidade e saúde financeira do condomínio;
  • realizar contratações;
  • emitir comunicados, circulares, e outros.

Também é função da empresa administradora orientar o síndico a respeito das suas obrigações de acordo com que está previsto na legislação; além de outros detalhes, como seguros, recarga de extintores, registros de documentos e negociações de inadimplência.

A conservadora, por sua vez, tem a responsabilidade de manter toda a estrutura do condomínio em boas condições de uso. Porém, como explicamos, o trabalho dessa equipe não se resume a fazer limpeza e faxinas. Sua atuação é bem mais ampla.

Cabe à empresa conservadora fazer uma análise do espaço e identificar suas características, necessidades e riscos conforme o modo como ele é habitado e utilizado. Depois, especialistas definem um plano para fazer a conservação das instalações conforme essas demandas.

Os especialistas da empresa conservadora vão estabelecer o melhor cronograma e roteiro de limpeza. Eles também estabelecem quais tipos de produtos, equipamentos e técnicas de limpeza e conservação melhor atendem aquele imóvel. Isso é feito com base nos materiais utilizados na construção, os acabamentos, tipos de ambiente, entre outros aspectos.

O intuito é garantir que o espaço esteja limpo e higienizado de uma forma segura e, ao mesmo tempo, manter a boa estética e a aparência da construção, sem provocar qualquer transtorno para os moradores e usuários do lugar, nem tão pouco prejudicar a rotina ali.

Algumas empresas conservadoras também podem prestar os serviços de portaria social e zeladoria. Com isso, ampliam o suporte oferecido para o condomínio, evitando a necessidade de contratar outras terceirizadas apenas para essas tarefas.

Quando contratar uma ou outra?

Para fazer a contratação de uma empresa ou outra, antes, é preciso identificar de que tipo de suporte o condomínio está precisando. Afinal, administradora e conservadora trabalham de formas bem diferentes, então, basta conferir qual serviço é necessário nesse momento.

Conforme explicamos, todas as questões de aspectos administrativos e de gerência ficam a encargo da administradora; já a parte de limpeza, conservação e até mesmo zeladoria e portaria são de encargo da conservadora. Sendo assim, não existe segredo na hora de tomar a decisão, bastando apenas entender a diferença de atuação delas para definir qual atende cada demanda.

O mais importante, na verdade, é analisar a estrutura, o profissionalismo e a experiência de cada uma dessas empresas. Administradora e conservadora cumprem papéis muito importantes no condomínio, com funções de grande responsabilidade. Sendo assim, são serviços que devem ser realizados por equipes de profissionais bem capacitadas.

Existem desvantagens na contratação de administradoras e conservadoras?

Tanto a administração do condomínio quanto a conservação das suas instalações são aspectos essenciais. Dessa forma, não existem desvantagens na contratação de uma administradora ou de uma conservadora.

O que pode acontecer é você não encontrar um bom custo-benefício contratando diversas empresas para a realização das várias tarefas dentro do condomínio. O ideal é buscar terceirizadas que tenham um amplo portfólio, para ter acesso a várias soluções.

Como dito, uma empresa conservadora também pode disponibilizar outros serviços, por isso, é interessante que você procure aquela que ofereça também soluções em segurança, em gestão de pessoas, processos, materiais, portaria, entre outros.

Dessa forma, torna-se possível personalizar o seu pacote de serviços de acordo com aquilo que o condomínio precisa. Outra vantagem é o custo mais atrativo, que torna a gestão muito mais simples, já que você estará trabalhando apenas com uma um fornecedor, e não vários.

No caso da administradora, acontece o mesmo. Procure por uma empresa que ofereça várias soluções com pacotes que possam ser personalizados, a fim de contratar exatamente aquilo que você vai precisar.

Antes de tomar a decisão, faça uma boa pesquisa sobre as fornecedoras disponíveis no mercado. Analise cada uma delas conferindo também a satisfação dos clientes para ter certeza de contratar uma equipe com excelência em atendimento.

Isso é válido para administradora e conservadora, garantindo que você tenha um suporte de terceirizadas de confiança, que cumpram a legislação e que ofereçam ótimos serviços. Uma contratação estratégica vai facilitar o seu trabalho e trazer mais satisfação, bem-estar e qualidade de vida para os condôminos.

 

 

Via: gwonline / verzani / pillarcondominios

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *